Saúde será o equilíbrio?

Para início  deste tema decidi trazer-vos duas definições de Saúde.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define Saúde como: Estado de completo bem-estar físico, mental e social e não meramente a ausência de doença ou enfermidade.
Saúde é “(…) construída e vivida pelas pessoas dentro daquilo que fazem no seu dia-a-dia (…)” através do cuidado de cada um consigo mesmo e com os outros.(Carta de Otawa,1986).

Podemos então dizer, que para ter saúde é necessário estar em equilíbrio com alguns factores. Como refere a OMS.

 

Certamente ao ler este post, vocês iram fazer uma retrospectiva, para ver se estão em equilíbrio para obter saúde.

Fisicamente será que me sinto bem? Mentalmente como estarei? E socialmente, será que estou em harmonia e equilíbrio com tudo o que me rodeia?

Estas serão algumas das questões colocadas ao nosso ser…

E eu pergunto!

Será que todos os dias nós construímos a nossa saúde?

De que forma o fazemos?

Eu tenho construir a minha vida em função daquilo que me faz feliz!

Aprendi a viver um dia de cada vez, sem tentar sofrer por antecipação/ sem stress.

Hoje penso que quando vivia em constante ansiedade e stress estava a prejudicar a minha saúde física, mental e até mesmo social.

(Decidi vos falar um pouco do stress por ser um tema da sociedade actual).

Vejam como…

Devido a libertação repetida do hormónio de stress a corticotropina (CRH), existe uma diminuição da libertação de serotonina, que é uma substância importante para a sensação de sentimentos de bem-estar.

Alterações físicas, mentais e sociais:

  • Aumento da pressão arterial;
  • Maior susceptibilidade a infecções;
  • Distúrbios gastrointestinais, (diarreia e obstipação);
  • Distúrbios alimentares, (ganho ou perda excessivos de peso);
  • Resistência à insulina (associada ao diabetes tipo 2), e exacerbação do diabetes;
  • Dor de cabeça;
  • Insónia;
  • Diminuição do desejo sexual e impotência temporária nos homens;
  • Descontrolo menstrual;
  • Diminuição da concentração;
  • Inibição da aprendizagem;
  • Redução da memória;
  • Alterações tegumentares (pele), exemplo, à acne;
  • Diminuição da qualidade de vida;
  • Redução de sentimentos de prazer e realização;
  • Relações interpessoais/intrapessoais prejudicadas;

Estudos indicam que a incapacidade de nos adaptarmos ao stress, está associada ao início de depressão ou ansiedade.

Como prevenir o stress?


– Técnicas de relaxamento: são um óptimo método de prevenção e tratamento para o stress. Exemplo: Exercícios de respiração, relaxamento muscular, meditação e massagem.

– Exercício físico: é fantástico para desviar o foco do stress, sabe-se que pessoas que praticam exercício físico regularmente, não são tão, vulneráveis a situações de stress. Algumas sugestões de exercícios: ginásticas aeróbicas, caminhadas, natação e Yoga.

– Uma dieta saudável e rica em cereais integrais, vegetais e frutas, é fundamental para a redução de stress. Deve-se também evitar o abuso de álcool, cafeína e tabaco.

– Outro dos métodos são, as técnicas cognitivas e comportamentais.


Estes métodos querem uma avaliação do individuo para identificar a causa do stress e seleccionar aquilo que o faz sentir-se melhor. R
estruturando prioridades e identificar as experiências positivas que diminuem o estresse.

Lista de ideias:

  • Férias, escolha um sitio que lhe traga tranquilidade;
  • Ouvir música;
  • Tempo para laser;
  • Ler um livro;
  • Ir ao SPA;
  • Caminhadas ao ar livre;
  • Evite o contato com a fonte de stress;
  • Aproveito todo o tempo livre para actividades que interessantes e agradáveis.
  • Tenha um animal de estimação.
  • Redução de sentimentos de prazer e realização
  • Relações interpessoais/intrapessoais prejudicadas

Em soma encare as situações do dia-a-dia de uma forma diferente. Tente manter o sentido de humor mesmo que sejam situações difíceis.

Rir é um dos melhores remédios para o mal-estar, aliviar a tensão.

 

Até ao próximo post!

Namesté

Leave Your Reply

*